¡BEM VINDO!

Leia as normas de postagem e regras gerais do RPG.
Estamos na primavera (semana do dia 01 de Setembro de 2050).
Os avatares são de tamanho 200x320 e as assinaturas em até 500x300.
Os posts devem conter o mínimo de 8 (oito) linhas para não serem considerados flood.
Para copiar e colar seus textos do Word usem CTRL + SHIFT + V, assim se copiará em tal formato.
A primeira edição do profeta ainda está por vir, fiquem atentos!
Os mestrados serão feitos aos Sábados às 20:00hrs [BR].
As aulas terão início dia 20 de Janeiro.
Visite-nos na página do facebook!
» teste
Desde os tempos mais memoráveis, existe um mundo paralelo e oculto aos olhos dos "trouxas". Um lugar onde as leis da lógica e da física perdem todo o seu sentido, um lugar onde a magia é parte da vida cotidiana. Uma grande sociedade de magos e bruxos lutam uns contra os outros a fim evitarem que esse mundo seja descoberto, entre em colapso ou tenha sua ordem alterada por aqueles que não possuem ou desconhecem como manejar tal magia. Seja bem-vindo a este mundo mágico ambientado no ano de 2050. Você se atreve a escrever sua própria história nesse mundo ardilosamente fantástico?
Melhor Personagem FemeninoEm Breve!
Melhor Personagem MasculinoEm Breve!
Personagem mais AntisocialEm Breve!
Melhor ParceriaEm Breve!
Time of ImperviusAdmininistrador
The PensieveAdministrador
The Grey LadyAdministrador
Administrador
Info
Awards
Staff

InícioInício  CalendárioCalendário  FAQFAQ  BuscarBuscar  MembrosMembros  GruposGrupos  Registrar-seRegistrar-se  Conectar-seConectar-se  
Caros alunos, as aulas já se iniciaram! Não percam-as! Final da primeira rodada: 02/01/2014
Aos players: Não esqueçam-se que estamos em 2050!
Àqueles que quiserem participar do mestrado prolongado, o mesmo encontra-se disponível neste tópico.

Compartilhe | .
 

 Três Vassouras

Time of Impervius
avatarAdministrador

Mensagens : 279
Data de Inscrição : 16/12/2013

Wizard Profile
Fraternidade:
Ano Escolar: 1º Ano
Pontos Vitais :
75/75  (75/75)

http://rpgsud.forumeiros.com

MensagemAssunto: Três Vassouras   Sab Dez 21, 2013 11:39 pm
Hogsmeade, Três Vassouras
Localizado em Hogsmeade, é o bar mais popular do condado. Sem dúvida o melhor lugar para visitar quando se está precisando de muita diversão, boas conversas e uma grande caneca de cerveja amanteigada. Um bar pequeno, mas ainda assim maior que o Cabeça de Javali, possui uma atmosfera quente, esfumaçada e bastante amigável. A bebida mais famosa do local é a Cerveja Amanteigada (G$5) e o Whisky de Fogo (G$7).

Sean Tenor Smith
avatarFuncionário do Ministério

Mensagens : 18
Data de Inscrição : 29/12/2013

Wizard Profile
Fraternidade: Slytherin
Ano Escolar: Concluído
Pontos Vitais :
75/75  (75/75)


MensagemAssunto: Re: Três Vassouras   Seg Dez 30, 2013 8:03 pm
O pacote estava dentro de um bolso no sobretudo, o som do tilintar dos galeões que se chocavam era baixo o ensurdecedor som das pessoas que caminhavam por ali naquele periodo de férias que ia de alunos, pais e de comerciantes era algo propicio para esconder o som involuntário do dinheiro.

O sobretudo negro cobria por debaixo um terno preto na qual tinha uma cor mais puxada para um acizentado escuro, por debaixo tinha-se uma camisa branca e a gravata que já estava posicionada de maneira desleixada estava debaixo do sobretudo. Um chapéu panamá preto estava sobre a minha cabeça que fitava o chão a minha frente. Meus passos dirigiam até o Três Vassouras, o gosto adoçicado do Hidromel já tinha se saído da minha boca que lá agora pairava um cheiro suave de um chaturo cubano feito para ter um cheiro simples e não o cheiro do tabaco apesar de que nele ainda se contia. As cinzas ficaram no chão de neve e a baga do charuto estava largada em uma lixeira a frente do estabelecimento.

O Local estava cheio, e só tinha-se uma mesa livre perto da janela, era uma mesa que cabia de três a quatro pessoas, e eu me sentei ali sozinho, o céu estava mais escuro, ele estava nublado porém o que se vinha do ar era simplesmente flocos de neve e um pensamento estava atormentando a minha mente até que alguém veio a minha mesa oferecer algo para se beber.

- Um Whisky de Fogo, por favor.

Eu acho que preciso de algo para resfrescar a minha mente, preciso esquecer dos problemas, tenho que me distrair. Voltei a olhar pela janela, um pouco distraído mas ainda atento para todos que entravam no estabelecimento, da janela dava para se ver a porta. Era um bom ponto estratégico, você não conseguiria ser visto por quem entrava, mas você conseguiria ver quem vinha.

Allionore Syddle Bolter
avatarSlytherin

Mensagens : 7
Idade : 19
Data de Inscrição : 29/12/2013

Wizard Profile
Fraternidade: Slytherin
Ano Escolar: 5º Ano
Pontos Vitais :
75/75  (75/75)


MensagemAssunto: Re: Três Vassouras   Seg Dez 30, 2013 8:21 pm
It kills me not to know this
but I've all but just forgotten what the color of her eyes were and her scars or how she got them As the telling signs of age rain down a single tear is dropping Through the valleys of an aging face that this world has forgotten. There is no reconciliation that will put me in my place, and there is no time like the present to drink these draining seconds but seldom do these words ring true when I'm constantly failing you like walls that we just can't break through until we disappear!!
A brisa matutina seguia seu rumo sorrateiramente, enquanto descabelava aos poucos minhas madeixas escuras e lisas. Sequer me importava com esse fato, pois as preocupações já encontravam-se graves demais para o momento. Permeava meus devaneios mais profundos, sem perceber que o tempo escapava de minhas mãos em uma rapidez estrondosa. Coincidência ou não, era esse tempo que tomava conta de minhas ideias. Definitivamente o nosso passado pode interferir no presente. Mas com uma condição: só se não formos fortes o suficiente para esquecer o que deve ser apagado para sempre de nossas memorias. Porém, o que deveria ser fácil como o vento, não era nada simples. Meu jeito de agir era incompreensível à maioria, o que me fazia sentir orgulho de ser diferente. Mas há um ano isso já não acalentava a minha alma. Olhei para o céu azulado e pude perceber que as nuvens estavam se desfazendo. Como um pedaço de algodão doce que derrete na boca de uma criança ingênua e transborda a beleza de se apreciar as pequenas coisas. Virei meu olhar para as árvores de carvalho e as gotículas de orvalho iam aos pouco evaporando, deixando apenas o rastro do que haviam sido. A única coisa que permanecia da mesma forma que na noite anterior, era meu espírito confuso e intolerante. Fazia exatamente um ano que a pessoa mais importante da minha vida deixou de existir. Mesmo que na maioria das vezes os xingamentos fossem o ponto alto da conversa, sua falta era imensurável. Andava rapidamente, deixando o eco de minhas botas viajarem pelo local vazio. Apenas o vento, meus passos vagarosos e alguns pios dos passarinhos ecoavam pela imensidão daquela natureza gentilmente diferente. Não demorou muito e já podia ver ao longe o Três Vassouras. A movimentação no pequeno vilarejo estava grande, e o entra e sai daquele bar era intenso. Aquele devia ser um dos locais mais renomados e procurados do mundo bruxo. Por sorte Hogsmeade parecia uma continuação de Hogwarts, devido a grande proximidade. Digamos que eu não seria tão sociável se não tomasse minha cerveja amanteigada todos os dias sem falta. Provavelmente isso era meu maior relaxante. Caso contrario grande parte dos alunos sentiriam o que é a verdadeira dor. Adentrei o local e apenas uma mesa ainda possuía lugares vagos. Um homem, muito bonito e de aparência elegante estava assentado, observando pela janela. Não sabia como interromper sua linha de pensamento, mas o fiz antes que perdesse a coragem. - É, olá. Será que posso me assentar aqui com você? Parece que todos tiraram o dia de hoje para vir aqui e não há mais lugares vazios. Ah, e antes de mais nada meu nome é Allionore. Prazer em conhece-lo. Sorri abertamente para o homem, na esperança de poder desfrutar de sua companhia, que parecia ser bem agradável por sinal. Ainda mais se eu pudesse olhar mais algumas vezes para aqueles olhos azuis penetrantes. Calme Allie, você é nova demais para pensar em coisas como essas. Concentre-se.


ALLI BOLTER
Below my soul. I feel an engine. Collapsing as it sees the pain. If I could only shut it out. I’ve come too far. To see the end now. Even if my way is wrong. I keep pushing on. There’s nothing left to say now. Alli. Slytherin. Syddle Bolter.

Sean Tenor Smith
avatarFuncionário do Ministério

Mensagens : 18
Data de Inscrição : 29/12/2013

Wizard Profile
Fraternidade: Slytherin
Ano Escolar: Concluído
Pontos Vitais :
75/75  (75/75)


MensagemAssunto: Re: Três Vassouras   Seg Dez 30, 2013 8:39 pm
Eu mal encarava a face das pessoas que entravam no estabelecimento, algumas me eram conhecidas e outras nem tanto, algumas eram belas e outras nem tanto, o meu pensamento se agravava na minha paranoia continua e na minha incensatez sobre os acontecimentos que afloram o meu redor.

A caneca de Whisky de Fogo foi colocada na mesa acompanhada de um zumbido irritante de um rapaz perguntando se desejava mais algo e com um tom calmo, que não refletia a irritação de minha mente eu o respondi:

- Não precisa de mais nada, muito obrigado.

O homem se afastou indo anotar o pedido de uma outra pessoa na mesa ao lado, era um homem barbudo que eu não quis reparar muito de sua face ou de seu jeito de ser, mas ele estava acompanhado de uma bela mulher loira. Minha atenção se virou agora novamente para a janela que não sabia muito bem o que procurava, não se tinha palavras, ou um objetivo em mente, nada que tiras...

- Fique a vontade senhorita. - Meus pensamentos foram interrompidos por uma garota que tinha um rosto de mulher, uma garota que eu tentei decifrar por poucos milésimos de segundo para que depois eu pudesse me contentar simplesmente com o seu sorriso. - O prazer é todo meu, e o meu nome é Sean.

Estendi a mão para que ela pudesse dar apertar, apertei a sua mão de leve e com uma postura um tanto desleixada, ela séria uma boa companhia, para mim, alguém que não esperava ter nenhuma distração em nenhum momento que provavelmente continuaria remoendo e amargurando os problemas que ela nunca saberia.

Ela estava livre para se sentar e eu comecei a rir um pouco, porém foi um sorriso bobo, eu havia chegado no estabelecimento e não tinha nem retirado o chapéu da cabeça, coloquei o mesmo sobre um canto da mesa e ainda sorrindo, um sorriso que dava um contraste totalmente diferente dos meus pensamentos anteriores que eu deixei me abandonar para poder fazer companhia a ela.

- Você deve ter me achado esquisito, por que eu aindatava com o chapéu, não é? - Eu só continuei a sorrir e pensei comigo mesmo se deveria chamar aquele que me atendeu, ela era muito nova e poderia até me achar esquisito por tal, mas eu pouco me importava eu quero ser simplesmente educado. E enquanto a minha mente ainda pensava se isso seria ruim ou não, eu já havia levantado o braço fazendo um sinal para que ele vinhesse até nós.

- Desejas beber o que, senhorita?

Allionore Syddle Bolter
avatarSlytherin

Mensagens : 7
Idade : 19
Data de Inscrição : 29/12/2013

Wizard Profile
Fraternidade: Slytherin
Ano Escolar: 5º Ano
Pontos Vitais :
75/75  (75/75)


MensagemAssunto: Re: Três Vassouras   Seg Dez 30, 2013 9:09 pm
It kills me not to know this
but I've all but just forgotten what the color of her eyes were and her scars or how she got them As the telling signs of age rain down a single tear is dropping Through the valleys of an aging face that this world has forgotten. There is no reconciliation that will put me in my place, and there is no time like the present to drink these draining seconds but seldom do these words ring true when I'm constantly failing you like walls that we just can't break through until we disappear!!
O homem parecia um tanto quanto perdido em seus pensamentos mais profundos. De fato ele deveria estar passando por algo constrangedor ou então difícil de se lidar logo de cara. Pelo menos era assim que eu permanecia em situações complicadas. Eu o entendia perfeitamente, pois vivenciava a mesma trama. Porém, como sempre me dizem: o mundo adulto não é lá um mar de rosas como todos pensam. Todas as faixas etárias por si só tem seus pros e contras, mas ter a responsabilidade do mundo adulto deve ser deverás estressante e amedrontador por vezes. Imaginar as soluções não traria paz a minha alma... Então assentei-me, dispersando meus pensamentos inquietos, claro que com o consentimento do belo homem a minha frente e comecei a fita-lo um pouco descaradamente. Por sorte ele não pareceu perceber. Ele ainda estava utilizando seu chapéu. Isso era no mínimo intrigante, mas não me atrevi a questiona-lo. Talvez ele já estivesse de saída e eu o atrapalhara... Espero que não tenha sido nada disso. Virei meu rosto para a mesma janela que antes ele observava e comecei a mexer insistentemente em uma pequena mecha de meu cabelo. Desfrutar de sua companhia seria o ponto alto do meu dia, e quem sabe da minha semana. - Ah, me desculpe Sean. Nem o agradeci devidamente por ter me deixado assentar contigo. Muito obrigada, nem todos são tão gentis como você. - Sorri de orelha a orelha, tentando parecer simpática.  Algo meio incomum quando se trata de estranhos, mas me parecia extremamente necessário fazê-lo. Sem mais nem menos o homem começou a rir. Será que eu havia esquecido de passar lápis em algum de meus olhos? Ou então meu cabelo estava despenteado demais? Antes que eu pudesse lhe perguntar ele retirou seu chapéu e explicou o motivo de seu riso repentino. Ufa, eu não era afinal o motivo de suas risadas gostosas. Sim, ele tinha uma voz diferente e sua risada não era escandalosa como as da maioria dos adultos que eu conhecia. - Não tem nada, as vezes estamos distraídos demais e acabamos esquecendo de fazer alguma coisa. Hoje, no caso, você esqueceu de retirar seu chapéu, mas posso afirmar que eu já fiz coisas piores. Digamos que um dos meus apelidos é Alli: a avoada. Hahahahaha. - Observei o conteúdo de seu copo. Deveria ser Whisky de fogo. Isso fazia eu me sentir uma bêbê por ir ao Três Vassouras para beber uma misera cerveja amanteigada. Ele gentilmente chamou o garçom e perguntou o que eu desejava. Bem, não seria prudente responder essa resposta literalmente, mas enfim... - Eu gostaria de beber o de sempre: cerveja amanteigada. Não sou tão forte para beber whisky de fogo a essa hora da tarde, como o cavalheiro aqui a minha frente. Mas bem que eu queria! - O falatório era intenso, por vezes tendo que me fazer aumentar o tom de voz costumeiro. Dei de ombros, enquanto o garçom ia buscar meu pedido. - Bem, sei que é meio inconveniente da minha parte. Mas Sean, o que você faz? Eu chutaria que é do Ministério ou então do St. Mungus. Acertei alguns de meus palpites?? Diga que sim, eu odeio errar. - Se fosse medibruxo, eu com certeza arranjaria alguma desculpa esfarrapada para me machucar levemente e ir visita-lo no hospital. E caso fosse o ministério... Bem eu daria um jeito. Mesmo que fosse algo platônico e impossível. Fazer o que, aqueles olhos haviam me cativado por completo.


ALLI BOLTER
Below my soul. I feel an engine. Collapsing as it sees the pain. If I could only shut it out. I’ve come too far. To see the end now. Even if my way is wrong. I keep pushing on. There’s nothing left to say now. Alli. Slytherin. Syddle Bolter.

Sean Tenor Smith
avatarFuncionário do Ministério

Mensagens : 18
Data de Inscrição : 29/12/2013

Wizard Profile
Fraternidade: Slytherin
Ano Escolar: Concluído
Pontos Vitais :
75/75  (75/75)


MensagemAssunto: Re: Três Vassouras   Seg Dez 30, 2013 9:40 pm
O que mais me interessava na garota era que ela falava um pouco a mais do que todas as outras pessoas, ela não sentia vergonha de estar ali, ela parecia querer conversar, querer uma companhia, não sei se isso foi simplesmente uma tentativa dela de querer esconder o que realmente se passava na sua mente como se fosse um escudo que a protegia. Mas acho que não devo continuar a pensar nos fatores ruins existentes.

Balancei um pouco a cabeça em um sinal de negação porém foi quase que imperceptivel e provavelmente ela não havia de ter reparado se não a mesma teria comentando ou impedido de continuar a falar enquanto ela me contava qual bebida que ela desejava beber. Colocando a mão direita sobre a caneca e antes de levar ela a boca eu disse com um sorriso simples para o rapaz que vinha nos atender:

- Então que assim seja, uma Cerveja Amanteigada para a senhorita. Por favor. - Após o rapaz sair ela continuou a falar e com um sorriso calmo eu a ouvi, eu as vezes parei pensando se ela seria realmente assim todos instante, e todo aquele pensamento antigo que se moldava em uma analise dela ia se esvaindo de minha mente a cada palavra que a mesma dizia. Ela por fim deixou de falar e eu levei a caneca aos lábios tomando um gole pequeno porém demorado, deixando um ar misterioso e besta para ela não saber a resposta logo, para deixar ela pensar e atiçar um pouco da sua imaginação. - Sim, está certa... Não era só isso que desejava saber? Se estava certa ou não?

Eu acho que devo estar sendo idiota nesse sentido, não sei, eu sou um tanto quanto idiota, mas parece que eu estou agindo com uma criança querendo deixar esse pensamento no ar, ou será que eu fui rude? Simplesmente dei um sorriso para ela, para ela possivelmente não acreditar que eu estava sendo um babaca, eu simplesmente só quero aproveitar um pouco do momento. - Mas você é da casa de Slytherin, correto?

Seus gestos, sua face, suas vestimentas, muitos traços do olhar e até de sua personalidade. Apesar que qualquer um que simplesmente só ouvisse a sua voz poderia até achar que ela era da casa de Hufflepuff ou de Gryffindor. Só que eu ainda apostarei as minhas fichas em Slytherin.



Sean  T  Smith
   
Thanks Thay Vengeance @ Cupcake Graphics

Allionore Syddle Bolter
avatarSlytherin

Mensagens : 7
Idade : 19
Data de Inscrição : 29/12/2013

Wizard Profile
Fraternidade: Slytherin
Ano Escolar: 5º Ano
Pontos Vitais :
75/75  (75/75)


MensagemAssunto: Re: Três Vassouras   Seg Dez 30, 2013 10:01 pm
OFF: Post's pausados. Qualquer interação com Sean e Allionore serão ignoradas.


ALLI BOLTER
Below my soul. I feel an engine. Collapsing as it sees the pain. If I could only shut it out. I’ve come too far. To see the end now. Even if my way is wrong. I keep pushing on. There’s nothing left to say now. Alli. Slytherin. Syddle Bolter.

Allionore Syddle Bolter
avatarSlytherin

Mensagens : 7
Idade : 19
Data de Inscrição : 29/12/2013

Wizard Profile
Fraternidade: Slytherin
Ano Escolar: 5º Ano
Pontos Vitais :
75/75  (75/75)


MensagemAssunto: Re: Três Vassouras   Qua Jan 01, 2014 11:24 pm


It kills me not to know this
but I've all but just forgotten what the color of her eyes were and her scars or how she got them As the telling signs of age rain down a single tear is dropping Through the valleys of an aging face that this world has forgotten. There is no reconciliation that will put me in my place, and there is no time like the present to drink these draining seconds but seldom do these words ring true when I'm constantly failing you like walls that we just can't break through until we disappear!!
O homem realmente parecia estar um pouco perdido em meio a seus pensamentos sobre mim. Analisava-me, provavelmente querendo decifrar minha personalidade ligeiramente bipolar. Porém, eu já estava acostumada com essa situação deveras constrangedora. Talvez isso sempre ocorresse com os adultos com quem eu conversava, pois eu ia com demasiada sede ao pote. Não por querer de alguma forma me envolver afetivamente com algum deles, mas sim por possuir uma extrema vontade de aprender novas experiências através dos relatos de pessoas mais maduras do que eu. Sim isso parece estranho, mas já me proporcionou historias muito valiosas que sempre guardarei comigo. Algum dia, quem sabe, elas me servirão de alguma forma. Lições, em minha humilde opinião, podem ser aprendidas por relatos alheios da mesma maneira que são apreendidas quando erramos por nós mesmos. Quem me dera ter apreendido a não apostar com alunos mais velhos. Isso teria me poupado alguns galeõs hoje de manha. Sim, fui tola ao apostar em um time de quadribol decaído enquanto meu caro amigo da corvinal apostou em um dos melhores da liga profissional. Isso que dá se confiar em um time que aprendeu a gostar desde pequena por influencia familiar, ao invés de pensar com minha razão. Hoje era definitivamente um dia ruim, mas que eu possuía a rica esperança de que iria melhorar.  Por alguns instantes me perdi daquela conversa. - Esqueça dessa aposta ridícula. Logo você recupera seu dinheiro. - Sibilei sem que o homem pudesse me escutar. O garçom não demorou muito a trazer meu pedido, e antes que eu pudesse esbravejar com Sean, por sua meia resposta, beberiquei alguns goles daquela deliciosa cerveja. - Isso sim é uma bebida prazerosa de se beber quando o começo do dia não foi tão bom. Mas enfim... Se você acha que me contentarei em saber que é ou do Ministério ou do St. está enganado. Se não me contar eu descobrirei logo mais. Minha família, Bolter, tem grande influencia no mundo bruxo e darei meus meio de te encontrar. - Sorri torto, de forma um pouco ameaçadora para quem não conhecesse meu senso de humor sarcástico. - Estou brincando, então por favor não se assuste. Não sou nenhuma psicopata. É que me distraio dos problemas falando coisas desse tipo. - Aquele jeito falante poderia estar o confundindo. Eu sinceramente não sou assim, mas hoje me deu na telha de falar igual minha irmã. O que será que estava acontecendo comigo? Eu não fazia ideia. - Sim, apesar de estar falando muito, sou Slytherin. Bem, hoje estou muito mais falante do que o normal... Então você foi bem observador para ter notado que não sou da lufa lufa ou da horrível griginória. - Com certeza ele havia dado um golpe de sorte. Aquele dia estava sendo verdadeiramente atípico para mim. Pois todos me conhecem como a Alli observadora e calada, e hoje eu não estava sendo nada disso. Beberiquei mais alguns goles me sentindo um pouco intimidada. Esta na presença de um homem tão perspicaz era um pouco amedrontador. - Agora eu quero ver se descobri em que ano estou.. Essa pergunta é realmente difícil, levando-se em conta que a aparência nem sempre revela a nossa verdadeira idade. - Sim eu o havia desafiado levemente. Impossível descobrir minha idade. Eu parecia ser mais velha do que uma garota de 15 anos.


ALLI BOLTER
Below my soul. I feel an engine. Collapsing as it sees the pain. If I could only shut it out. I’ve come too far. To see the end now. Even if my way is wrong. I keep pushing on. There’s nothing left to say now. Alli. Slytherin. Syddle Bolter.

Sean Tenor Smith
avatarFuncionário do Ministério

Mensagens : 18
Data de Inscrição : 29/12/2013

Wizard Profile
Fraternidade: Slytherin
Ano Escolar: Concluído
Pontos Vitais :
75/75  (75/75)


MensagemAssunto: Re: Três Vassouras   Qui Jan 02, 2014 1:45 am
Espere Até O Fim.


Ouvi as palavras dela, uma por uma, o nome Syddle Bolter não me assustava, era uma fámilia na qual eu conhecia de muito tempo, apesar de não ser simplesmente a fámilia na qual eu tenho mais relação eu conheço um pouco de tudo que ela é capaz ou não de fazer. A cada palavra que ela dizia, ela demonstrava ser de Slytherin, porém de uma maneira besta, o seu jeito e modo de falar e agir mudou drasticamente para uma pessoa da casa de Hufflepuff. Mas ela não seria de tal casa odiando tanto a casa de Gryffindor, demonstrasse ser realmente uma da casa da serpente. O que me faz alargar um sorriso, já que eu também demonstrava tal postura quando ainda era um adolescente. - Allionore Beatrice Lochlan Syddle Bolter, você me subestima dizendo tais palavras. O meu trabalho não é especificamente informação mas contê-lá é como um hobbie é algo na qual eu realmente aprecio. - Acabo por tomar o último gole de meu Whisky de fogo, era um sabor admirável, porém cansativo e não tão cheio de regalia como os Vinhos e Whisky's que gosto de despojar na minha casa. - Para deixar-te claro, como eu não saberia de uma das garotas mais inteligentes da casa de Slytherin? Que me dá orgulho porque está também era a minha casa. Não sei se achas que foi um golpe de pura sorte acertar a casa na qual estava, mas a senhorita simplesmente perdeu todas as chances de me fazer errar quando disse o seu nome. Na qual me fez lembrar de primeira de onde eu a conhecia. - Menti. - Sinceramente? O nome Syddle Bolter já se passava em minha mente desde o momento que sentasse aqui e que consegui reconhecer o seu rosto... - Dei mais uns breves sorrisos após fazer um sinal para o garçom vim novamente me servir uma outra caneca com mais do Whisky e assim começei a falar a verdade. - Agora realmente sendo sincero, eu não havia lhe reconhecido... Realmente foi um golpe de pura sorte achar que era da casa de Slytherin, mas dizer o seus sobrenome me fez reconhecer quem era e se me lembro bem, és do quinto ano, correto? - Eu já ia me esquecendo que eu deveria ter dito desde o inicio e não tê-lá tratado como uma simples criançinha. - Eu sou do Ministério, chefe do Departamento de Acidentes e Catastrofes Mágicas.



thanks thay vengeance @ cupcake graphics



Sean  T  Smith
   
Thanks Thay Vengeance @ Cupcake Graphics

Allionore Syddle Bolter
avatarSlytherin

Mensagens : 7
Idade : 19
Data de Inscrição : 29/12/2013

Wizard Profile
Fraternidade: Slytherin
Ano Escolar: 5º Ano
Pontos Vitais :
75/75  (75/75)


MensagemAssunto: Re: Três Vassouras   Sex Jan 03, 2014 8:48 pm
It kills me not to know this
but I've all but just forgotten what the color of her eyes were and her scars or how she got them As the telling signs of age rain down a single tear is dropping Through the valleys of an aging face that this world has forgotten. There is no reconciliation that will put me in my place, and there is no time like the present to drink these draining seconds but seldom do these words ring true when I'm constantly failing you like walls that we just can't break through until we disappear!!
Ele realmente parecia mais esperto do que eu imaginava. Mas foi então que eu me lembrei daquele rosto. Realmente me admirava muito a falta de memoria repentina. Eu o conhecia do Ministério da Magia. Sim, agora eu me lembrava perfeitamente da ocasião. Uma vez quando estava fazendo um pequeno estagio a pedido de uma tia, eu o vira no Ministério mandando e desmandando em algumas pessoas. Naquele dia nossos olhares se encontraram e eu fiquei vermelha como um pimentão. Imagine só, uma jovem de 14 anos ficando vermelha por conta de uma ministerial? No mínimo patético. Ainda bem que em um ano as pessoas podem mudar extremamente. Por sorte esse era o meu caso. - Mas é claro, como eu pude me esquecer de você Sean Tenor Smith. Um dos mais elegantes e renomados ministeriais. Realmente lhe peço desculpas por isso. - Terminei de beber minha cerveja e aproveitei que o garçom trazia mais um copo de whisky para meu “acompanhante” e pedi também mais um copo de bebida. Pelo menos aquela conversa estava me fazendo esquecer do motivo pelo qual eu encontrava-me para baixo mais cedo. Aquele corvino me pagaria caro. Enganar Allionore é como cavar a própria cova. - Então sou reconhecida de alguma forma por pessoas fora de Hogwarts. Isso me surpreende e ao mesmo tempo não. Contudo fiquei curiosa para saber as reais fontes dessas informações. - Provavelmente por ser uma Bolter muitos comentavam sobre tudo. Ser de uma família famosa no mundo bruxo pode ter muito contras. Um deles é a grande falta de privacidade. Mas as regalias, por vezes, podiam compensar tudo. - Esta corretíssimo, eu sou do quinto ano. Boa lembrança. Ao contrario de mim que pude esquecer que havia o conhecido ano passado, quando fiz um estagio aonde você trabalha. - O garçom trouxe minha bebida e eu a tomei em um gole. Ela estava me esquentando naquele dia de inverno rigoroso. Logo mais sairia para voltar ao castelo e queria estar de alguma forma aquecida. - Mas então, é legal o seu trabalho. Confesso que ele parece ser, e seria muito interessantes estagiar novamente só que em um departamento diferente do anterior. Acho que essa experiência seria muito valida para minha aspiração de redatora do Profeta... Saber um pouco de tudo é bem vantajoso. - Mal conversava com o homem pela primeira vez e já estava falando sobre estagio. Eu e essa minha propensão por procurar afazeres. Estudar, escrever, estagiar e jogar quadribol... Às vezes nem sei como tiro tempo para fazer tudo. Mas faço tudo com perfeição, o que me faz não desistir de nenhuma dessas tarefas. - Eu sei, estou procurando coisas demais para fazer, mas é meu jeito.


ALLI BOLTER
Below my soul. I feel an engine. Collapsing as it sees the pain. If I could only shut it out. I’ve come too far. To see the end now. Even if my way is wrong. I keep pushing on. There’s nothing left to say now. Alli. Slytherin. Syddle Bolter.

Markus H. Ehlers
avatar
Mensagens : 5
Localização : Hogwarts.
Data de Inscrição : 05/01/2014



MensagemAssunto: Re: Três Vassouras   Dom Jan 05, 2014 11:06 am

Um luar diferente



Era uma noite linda, o brilhar da lua refletia aos meus olhos a cada vez que eu a olhava, eu não estava com a minima vontade de ficar em casa naquela noite linda. Então resolvi me vestir para dar uma voltinha. Minha roupa era simples, uma camiseta regata preta do BULLS, e uma calça jeans vermelha. Dei uma leve penteada em meu cabelo para deixa-lo um pouco arrumado. Saindo de casa, olhava para lados sem saber para onde ir, sem nenhum destino ou lugar especifico, andei algumas quadras até que encontrei um lugar chamado "Três Vassouras", logo parecia um lugar muito simpático, então entrei lá, e vi muitos sorrisos e risadas, me sentei no balcão e comecei a olhar para as pessoas que lá estavam.


Vestindo:
Spoiler:
 

Sean Tenor Smith
avatarFuncionário do Ministério

Mensagens : 18
Data de Inscrição : 29/12/2013

Wizard Profile
Fraternidade: Slytherin
Ano Escolar: Concluído
Pontos Vitais :
75/75  (75/75)


MensagemAssunto: Re: Três Vassouras   Dom Jan 05, 2014 5:24 pm
Uma Proposta No Momento Errado


A conversa ia se por um tempo o fim da tarde já era algo que estava perto de se chegar, um ar frio condensava do lado de fora do estabelecimento, o ar da noite já estava a se "solidificar" no ambiente, com o passar dos momentos o assunto se tornou 'trabalho' e com uma resposta sútil a algo que ela me disse, parecia ser uma indireta, mas ela era uma aluna e eu não poderia encorajar nada para que ela não se sentisse frustrada. Ela parece ser uma garota forte, mas ainda é uma garota... Quem sabe daqui a alguns anos... Eu acho que estou viajando demias, eu dúvido que ela pense que sou mais do que um velho cansado por trabalhar todos os dias da semana e que deve babar enquanto dorme.

- Sim, é verdade. Ter experiência na maioria dos casos é sempre algo bastante proveitoso e é algo de se admirar para vim de um estudante, muitas vezes eles pouco se importam em busca de mais algo porque pode ser cansativo, você não acha que é demais? - Ela acaba de confirmar esse pensamento mas a mesma me disse que esse era o jeito dela e então... - Bom, se é assim que você é... Eu tenho uma proposta... Eu sei que você já conhece o ministério e tem uma família renomada e pode entrar no ministério para ver a primeira apresentação formal do Primeiro Ministro da Magia e eu quero lhe convidar para a excursão no ministério que eu estou organizando para os alunos e para adultos que não conseguem entrar no ministério já que não se tem nenhuma ligação com os demais, eu sei que você já conheceu lá só que depois se quiser eu posso lhe explicar como seria trabalhar no meu departamento...

- Não me leve a mal, por favor, mas eu meio que entendi que poderia gostar de ir trabalhar lá e seria muito bom ter uma aluna competente para me auxiliar, os trabalhos estão ficando cada vez mais corridos com os novos ataques no mundo dos trouxas... Pelo menos você poderia dar uma chance de dar uma olhada para ver se é exatamente o que deseja não? - Eu acho que devo a ter forçado demais, foram muitas palavras. Talvez eu a esteja pressionando, não sei. Continuei a olhar fixamente para os olhos dela e continuei ainda com um sorriso no rosto, mas meus pensamentos estavam confuso, eu realmente sou um idiota para oferecer algo, faço muitas coisasa erradas... Meu olhar tinha se virado por alguns segundos um pouco para o chão enquanto eu mexia em negação de mim mesmo, mas logo voltei a encara-lá, quando eu ouvi a sua resposta.


thanks thay vengeance @ cupcake graphics



Sean  T  Smith
   
Thanks Thay Vengeance @ Cupcake Graphics

Annelise M. T. Bertrand
avatarDocente

Mensagens : 4
Data de Inscrição : 31/12/2013

Wizard Profile
Fraternidade:
Ano Escolar: 1º Ano
Pontos Vitais :
75/75  (75/75)


MensagemAssunto: Re: Três Vassouras   Seg Jan 06, 2014 12:11 pm
The Three Broomsticks
Andava pelas ruas de Hogsmeade a procura de algo, ou melhor um lugar para me divertir, já que em menos de uma semana a minha vida de professora estaria de volta. A algum tempo atrás alguém me disse que havia um bar muito bom por aquela região, o Três Vassouras, era um dos lugares mais frequentados por bruxos. Então, decidi ir até lá. Por meio de informações acabei chegando no famoso bar.

Adentrei no local, e conseqüentemente, chamando atenção de olhares curiosos. O lugar era pequeno, porém aconchegante, apesar de ter uma atmosfera quente. Era agradável. As paredes rusticas, pareciam não ser pintadas a um bom tempo. Respirei fundo, andando até o balcão. Puxei um banco e me sentei, apoiando os braços sobre o balcão. Olhei a moça a minha frente, a espera de que eu pedisse algo - Uma cerveja amanteigada. - Disse mordendo o lábio em seguida. Peguei a caneca a minha frente e a levei até os lábios, saboreando. Não iria questionar a boa fama que o bar tinha, com certeza aquela era a melhor cerveja amanteigada que havia tomado em toda a minha vida. Coloquei a caneca encima do balcão, e sem querer acabei deixando a caneca virar, molhando um homem que estava sentado ao meu lado. Levantei a caneca rapidamente, mas já era tarde e o estrago já estava feito. Olhei para o homem - Me desculpe.. - Senti o meu rosto queimar, com certeza eu estava vermelha. Que vergonha. -Eu não tive a intenção, mesmo.    






Annelise Morrison Tanner Bertrand

°

Annelise M. T. Bertrand
avatarDocente

Mensagens : 4
Data de Inscrição : 31/12/2013

Wizard Profile
Fraternidade:
Ano Escolar: 1º Ano
Pontos Vitais :
75/75  (75/75)


MensagemAssunto: Re: Três Vassouras   Seg Jan 06, 2014 12:14 pm
OFF: AS AÇÕES REALIZADAS ENTRE MARKUS H. EHLERS
E ANNELISE M. T. BERTRAND ESTÃO TEMPORARIAMENTE PAUSADAS. QUALQUER INTERAÇÃO FEITA SERÁ IGNORADA.



Annelise Morrison Tanner Bertrand

°

Markus H. Ehlers
avatar
Mensagens : 5
Localização : Hogwarts.
Data de Inscrição : 05/01/2014



MensagemAssunto: Re: Três Vassouras   Seg Jan 06, 2014 12:28 pm

Um luar diferente



Estava lá eu sentando sozinho num balcão de bar, olhava para os lados via todas pessoas acompanhadas, felizes, rindo se divertindo, menos eu, pensei eu "será que está na hora de eu tomar algum rumo na vida?". No instate que olhei para o lado vi uma bela moça sentada a banqueta ao lado, dei um sorriso aberto para ela, até que no instante que virei ao lado oposto, sindo uma leve queimação em minha mão, olho para minha mão e vejo, a cerveja amanteigada da mulher havia caido em mim, então ela disse para mim "Me desculpe, não tive a intenção". Logo dou um sorriso sincero para ela e digo "- Haha, tudo bem, quase nem senti" - rio, estendo minha outra mão para ela e digo "-Prazer meu nome é Markus e o seu?" - fito a linda moça.


Vestindo:
Spoiler:
 



Markus H. Ehlers
avatar
Mensagens : 5
Localização : Hogwarts.
Data de Inscrição : 05/01/2014



MensagemAssunto: Re: Três Vassouras   Seg Jan 06, 2014 12:28 pm
OFF: AS AÇÕES REALIZADAS ENTRE MARKUS H. EHLERS
E ANNELISE M. T. BERTRAND ESTÃO TEMPORARIAMENTE PAUSADAS. QUALQUER INTERAÇÃO FEITA SERÁ IGNORADA.



Alice Lefevre
avatarDocente

Mensagens : 9
Data de Inscrição : 04/01/2014

Wizard Profile
Fraternidade: Hufflepuff
Ano Escolar: Concluído
Pontos Vitais :
75/75  (75/75)


MensagemAssunto: Re: Três Vassouras   Seg Jan 06, 2014 2:59 pm

I am a rainbow
If I die young, bury me satin, lay me down on a bed of roses, sink me in the river, at dawn. Send me away with the words of a love song. Who woul thought forever could be severed by the sharp knife of a short life? - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -  ?
A atmosfera de Hogwarts estava mais carregada que nunca nesse pré-início de ano letivo. Eu podia sentir até correntes elétricas de tão pesado que o ar estava. Talvez fosse porque essa seria a primeira vez que eu entraria naquelas estufas como professora, ou não. As aulas começariam em menos de uma semana e eu mal saíra do quarto, de modo que não conhecia muito além da biblioteca ou das estufas. Decidi dar uma volta no castelo, checar se estava tudo certo nas estufas, socializar com os novos professores e reencontrar os antigos. No final de tudo nadar um pouco no lago negro só para relaxar.
Porém, antes de abrir a porta e descer as escada um penssamento cruzou minha cabeça. E se eu fosse além? Se eu fosse à Hogsmead, com certeza lá deve ter mais pessoas que aqui no castelo, e provavelmente lá encontrarei os professores também.
Bom, decidi que iria para Hogsmead mesmo. Coloquei um vestido vermelho e justo, porém não muito, arrumei os cabelos numa trança propositalmente mal acabada que começava do lado esquerdo da minha cabeça e descia em diagonal ao lado esquerdo e terminava um pouco acima do meu seio. Uma das vantagens de ser meio-veela é não se maquiar ou se preocupar com defeitos na pele. Nós simplesmente não temos. Meus lábios já eram bem avermelhados, mas passei um batom só para acentuar, calcei um salto alto e com uma pequena carteira desci as escadas e fui até os limites de Hogwarts, onde aparatei e cheguei na cidade. Segui o fluxo de pessoas e juntamente à elas entrei no três vassouras, onde nunca tinha entrado anteriormente. Na soleira da porta ativei minha atração por parte das veelas e capturei quase todos os olhares do recinto, os que não capturei estavam de costas e aos poucos se viravam ao seguir o olhar dos amigos. Queixos caiam e muitos homens e até mesmo algumas mulheres se levantaram oferecendo seus lugares.
Me dirigi ao balcão e falei com um garçom boquiaberto.
- Boa noite, gostaria de uma bebida leve, por favor. - Pisquei o olho de leve e me sentei num banco alto enquanto esperava a bebida e decidia em qual mesa eu iria me sentar.
thanks@ tess &juuub's

Renata Schneider
avatarDocente

Mensagens : 1
Idade : 28
Data de Inscrição : 06/01/2014

Wizard Profile
Fraternidade:
Ano Escolar: 1º Ano
Pontos Vitais :
75/75  (75/75)


MensagemAssunto: Re: Três Vassouras   Ter Jan 07, 2014 12:12 am






Neon Lights
"we'll be burning up like neon lights"


A lua se apresentava tímida entre as nuvens do céu noturno, a energia presente no local invadia minhas veias alimentando-as com seu poder. Um sorriso simplório adornava meus lábios róseos. A noite pedia, ou melhor, exigia algo: diversão. Desde que cheguei a Hogwarts ainda não tive a chance de conhecer melhor a vida noturna que cercava a antiga Escola. Sentia falta do agito, da badalação presente em minha antiga morada, mas não era possível que em um lugar daquele tamanho não houvesse nada a ser feito além de trabalhar. Recordei-me vagamente de um povoado que cercava os arredores da escola, lá certamente teria algum bar, ou algo do gênero onde poderia dar vazão aos meus desejos.

Sorri ainda mais sentindo a excitação tomar conta de minhas veias. Finalmente encontrara um destino, agora era só colocá-lo em prática. Procurei o espelho mais próximo para dar uma arrumada em meus cabelos, deixando a franja recair sob meu olho direito. Suspirei encarando minha própria imagem refletida: Estava simplesmente linda, me pegaria se fosse lésbica, fato. Dei uma mordidinha no lábio inferior para que ele ficasse um pouco mais róseo enquanto caminhava na direção do exterior do castelo almejando pegar o caminho que levaria ao vilarejo.

O vento contornava minha face em uma carícia suave e deliciosa. Quando cheguei ao local almejado pude observar a movimentação intensa de um pequeno estabelecimento e logo me dirigi a ele. Era rústico e parecia ser bastante antigo, mas é como dizem: panela velha é que faz comida boa, logo, bares antigos que servem as melhores bebidas. Adentrei o local com meu melhor sorriso estampado no rosto. Deixei que meus olhos vagassem pelas mesas em busca de alguém conhecido. Ao longe reconheci uma loirinha que também fazia parte do corpo docente de Hogwarts. Sabia que seu nome era Alice, mas nada, além disso. Dirigi-me a mesa na qual ela se encontrava. – Posso? – inquiri ainda sorrindo já sentando em sua frente. – Uma marguerita, por favor – solicitei a garçonete.



tags
com: Alice ? onde: Três Vassouras ? roupa: aqui ? ouvindo: Neon Lights - Demi Lovato




Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: Três Vassouras   

Página 1 de 1

 Tópicos similares

-
» 1ª Aula de Voo

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Sturm und Drang :: RPG Impervius :: Hogsmeade-